Ocorrência com Cobra Coral no quintal de casa – Florianópolis

Cobra Coral Verdadeira

Um belo dia da semana passada antes de subir no meu carro,
no quintal de casa, no bairro de Vargem Grande, achei o belo bichinho, e com muito cuidado consegui prender ele dentro do vidro. Então percebi que não sabia nem por perto mesmo o que fazer.

Procurei no google e graças a Deus achei um ótimo serviço que funciona na Capital e que considero de utilidade compartilhar com todo mundo se alguma vez  precisar com este tipo de animais ou qualquer outro tipo de envenenamento ou intoxicação.
A atenção é ótima , sou testemunha:


CENTRO DE INFORMAÇÕES TOXICOLÓGICAS DE SANTA CATARINA
CIT/SC

Uma informação ajuda a Salvar vidas

Plantão CIT/SC

Plantão CIT/SC

Ligue para o
CIT/SC

0800 643 5252
Plantão 24 horas

O CIT/SC
Localizado junto ao Hospital Universitário, o Centro de Informações Toxícológicas de Santa Catarina é um orgão público vinculado à Superintendência de Serviços Especializados e Regulação da Secretaria de Estado da Saúde. Funciona há 25 anos em parceria com a UFSC e é referência no Estado na área de Toxicologia Clínica.
O CIT/SC mantém um serviço de plantão 24 horas, em que presta informações específicas em caráter de urgência a profissionais de saúde, principalmente médicos da rede hospitalar e ambulatorial e de caráter educativo/preventivo à população em geral, diretamente ou através de ligação gratuita pelo telefone 0800 643 5252.

Objetivos
O CIT/SC tem como objetivos a sistematização, ampliação e difusão de conhecimentos técnico-científicos no campo da Toxicologia, visando à prevenção, ao controle e ao tratamento adequado dos acidentes, riscos e danos de natureza toxicológica provocados por medicamentos, cosméticos, domissanitários, produtos químicos em geral, animais peçonhentos, plantas tóxicas, agrotóxicos, poluentes industriais e quaisquer outras substâncias potencialmente agressivas para o ser humano.

Principais atividades

  • Presta informações em casos de urgência e emergência, auxiliando no diagnóstico e no tratamento de intoxicações.
  • Acompanha os casos de intoxicação até a resolução dos mesmos.
  • Assessora órgão públicos na área de toxicologia.
  • Realiza cursos e palestras para profissionais da área da saúde e para o público em geral.
  • Coleta dados e elabora relatório mensal dos casos atendidos.
  • Identifica animais peçonhentos e plantas tóxicas com a colaboração dos Departamentos de Botânica e Microbiologia/Parasitologia da UFSC.
  • Orientação de trabalhos acadêmicos dos cursos de graduaçõa (medicina e farmácia).
  • Elaboração de materiais informativos (cartazes, folhetos) sobre animais peçonhentos, produtos químicos, plantas tóxicas outros.
  • Nestes 25 anos de funcionamento foram atendidos e acompanhados, mais de 100 mil casos de intoxicaçoes e informações.

Número total de atendimentos registrados pelo Centro de Informações Toxicológica
e Santa Catarína, no período de 1984 a 2008

Intoxicações

Total

CLASSES

Humana

Animal

Informações

Medicamentos

21.865

88

2.649

24.602

Animais Peçonhentos/Não Peç.

40,467

439

8.792

49.698

Prod. Químicos Industriais

5.168

97

1.856

7.121

Agrotóxicos

10.741

371

1.601

12.713

Raticidas

3.270

178

196

3.644

Domissanitários

7.660

57

480

8.197

Plantas/Cogumelos

2.265

82

521

2.868

Alimentos

241

3

174

418

Outros Produtos

5.303

97

5.198

10.598

Desconhecido

1.293

45

424

1.762

TOTAL

98.273

1.457

21.891

121.621

grafico-pendiente

SAIBA PREVENIR INTOXICAÇOES E ENVENENAMENTOS

  • Mantenha desinfetantes, combustíveis e produtos de limpeza fora do alcance das crianças.
  • Nunca reutilize embalagens e frascos de produtos de limpeza para guardar alimentos ou bebidas.
  • Não guarde produtos perigosos em embalagens de alimentos, garrafas de refrigerantes, potes, frascos vazios,etc.
  • Os medicamentos devem ser guardados fora do alcance das crianças e em armários trancados.
  • Utilize medicamentos somente com orientação médica. Evite tomá?los no escuro ou associados com álcool.
  • Nunca reutilize as embalagens de agrotóxicos, pois mesmo com uma lavagem vigorosa resíduos desses produtos não são elimados totalmente.
  • Os agrotóxicos devem ser utilizados com muito cuidado, pois também são perigosos às pessoas e, aos animais domésticos,
  • Não compre raticidas (na forma de chumbinho) de vendedores ambulantes.
  • Utilize somente produtos registrados no Ministério da Saúde ou da Agricultura.
  • Examine roupas, calçados, cobertores e outros objetos de uso pessoal para evitar picadas de cobras, aranhas, escorpiões e lagartas.
  • Oriente as crianças a não brincar com plantas e jamais colocá?las na boca.
  • Ao trabalhar com substâncias químicas use os equipamentos de proteção individual (EPI) adequados.
  • Verifique os riscos no ambiente de trabalho e tome as medidas para prevenir intoxicações
  • Antes de iniciar qualquer trabalho com substâncias perigosas, seja na fábrica, na lavoura ou em casa, lembre?se que segurança vem em 1º lugar.

Em caso de intoxicações e envenenamento
LIGUE:
0800 643 5252

www.cit.sc.gov.br cit@hu.ufsc.br

Celular para envio de imagens
(48)9902-2683

FONTE:
Centro de Informações Toxicológicas deSanta Catarina – CIT/SC

Hospital Universitário – HU

Universidade Federal de Santa Catarina
Campus Universitário – Bairro Trindade
CEP 88040-970 – Florianópolis/SC
Fone/FAX (48)3721-9083

Tags: , , , , , ,

Deixe um comentário